Esparregado de Rama de Cenoura – Sem Laticínios e Sem Glúten

{ Low Carb* / Keto (Dieta Cetogénica)* / Paleo / Sem Glúten e Sem Açúcar Refinado / Sem laticínios nem derivados / Ovolactovegetariano / Vegano }

A folhas das cenouras são cheias de clorofila e repletas de vitaminas, minerais e fibra, destacando-se o alto teor de vitamina A e os impressionantes 1000mg Potássio por cada 100gr de folhas cruas, sendo que também têm vitamina C, K, cálcio, ferro e compostos fenólicos que são antioxidantes. Na minha opinião, são ótimas para serem comidas ocasionalmente pela sua composição nutricional.

Só por curiosidade, segundo a nutricionista desportiva Andréa Marim “Enquanto o sódio retém os líquidos, o potássio provoca a excreção, de modo que as células fiquem com a quantidade certa de água”.

Voltanto às folhas de cenoura, elas têm imensos benefícios, desde propriedades desintoxicantes a protetoras do coração, veja mais aqui.

Porém, as folhas são asperas e não são nada agradáveis em cru, a não ser que utilize em algum suco verde muito bem coado com um pano, pois se não coar vai arranhar na garganta. Há quem faça Pesto ou até utilize a rama como tempero em saladas, mas para mim não funciona.

Então o que fazer às ramas das cenouras? ESPARREGADO É bem simples de fazer e serve de acompanhamento para diversas refeições. As ramas cozinhadas ficam molinhas e têm um leve sabor a cenoura e um travo picante. São um bocadinho amargas, mas não tanto quanto as acelgas.

O caju serve como substituto da farinha e do leite tipicamente usados no esparregado.

A água é a olho. Numa primeira fase serve para ajudar a triturar o caju e numa segunda fase ajuda a triturar as folhas. Mesmo se adicionar água a mais não stresse, pois irá evaporar quando voltar para a frigideira.

🌱 Substituições possíveis – nunca experimentei, mas pela lógica funcionará:

  • Macadamias* em vez de cajus;
  • Coentros em vez de manjericão;
  • Espinafres ou Couve Kale em vez de ramas de cenouras.

Ingredientes do Esparregado de Rama de Cenoura:

  • Rama de 6 cenouras de tamanho médio a pequeno – Biológicas;
  • 3 dentes de Alho;
  • 2 colheres sopa Óleo de Côco;
  • 5 folhas de Manjericão;
  • 1 mão cheia de Cajus*;
  • Água em quantidade suficiente para triturar o caju e depois as ramas;
  • Flor de sal a gosto;
  • Sumo de Limão a gosto;
  • Raspas de Limão;
  • Opcional: Flocos de Levedura nutricional – usei da Engevita enriquecida com B12.

* de preferência ativados. Ver nota.


Preparação

Retire os talos principais das ramas e corte com uma tesoura a rama das cenouras.

Numa frigideira coloque o óleo de côco e frite levemente os alhos picados ou às rodelas. Adicione as ramas cortadas e deixe saltear até ficarem molinhas, mexendo para ajudar a amolecer tudo por igual.

Assim que estiverem moles, desligue o lume.

Coloque os cajus num liquidificador e processe. Junte água até ao nível dos cajus e triture novamente para virar o mais próximo de um creme ou leite, embora ainda fiquem uns pedacinhos inteiros. Adicione todo o conteúdo da frigideira, as folhas de mangericão e mais água. A água será colocada a olho, de forma a ajudar a criar um líquido verde quase uniforme.

A seguir retorne tudo à frigideira e leve ao lume até engrossar e ficar com textura de esparregado.

Fora do lume envolva sumo de limão e no topo polvilhe raspa de limão e levedura nutricional.

Está pronto a servir

Dica sobre Escaldar:

Costuma ser aconselhado escaldar as folhas da cenoura para reduzir o seu amargo, mas o cozimento das folhas pode reduzir até 70% o teor de Potássio que irá migrar para a água do cozimento que neste caso será descartada. Por isso não faço isso com a rama da cenoura, uma vez que a rama da cenoura tem 240mg Sódio para 1000mg Potássio e não convêm reduzir muito esse rácio.

Porém este procedimento deve ser usado nos espinafres por 1minuto para reduzir o conteúdo de ácido oxálico que é um antinutriente que impede a absorção de outros nutrientes, como ferro e vitamina B3 e cujo efeito estende-se para outros alimentos ingeridos ao mesmo tempo. Veja mais em http://www.casaecozinha.com/2016/11/espinafre-cru-ou-refogado-qual-melhor.html

Nota: Como ativar Cajus em casa?

Ativar cajus vai neutralizar os antinutrientes que protegem a semente e tornar os seus nutrientes mais biodisponíveis.

Passe 1 litro de cajus por água e coloque-os numa taça de vidro com 1 colher sopa de sal marinho. Encha com água até o dobro dos cajus e demolhe por 6h. Descarte a água, passe por água e coloque a secar ao sol num tabuleiro de inox até voltarem a ficar secos e crocantes. Também pode secar num desidratador até 90ºC. Como os cajus já não são crus, pois passam por um procedimento a quente para serem removidos da casca, pode secar a mais de 42ºC, uma vez que não desenvolveram enzimas digestivas, sendo que a demolha apenas irá neutralizar os antinutrientes, o que já é uma ótima vantagem.

Poderá encontrar à venda Cajus ativados em https://maiscru.pt/store/32-nozes-frutos-e-sementes

Se gostou da receita, compartilhe o link 😍
Beijinhos Lígia 😘

Poderá também gostar:

 

💡Do you want to read the recipe in your language? Choose your language in the  translator widget on your right 🌍
Thank you so much. xx Lígia 😘

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s